Escreva para pesquisar

BOLA DA VEZ

Daniel Brito – presidente do Clube de Criação do RJ

Compartilhar

O que poderá mudar na publicidade pós-pandemia?

O talento humano é a maior ferramenta de transformação que existe. Só ele é capaz de solucionar os problemas mais difíceis. Então vou começar dizendo o que não vai mudar: a importância da criatividade para vencer a crise.

Com ou sem vírus, poucas indústrias passaram por tantos desafios quanto a nossa. Não existe futuro sem imaginação. Não existe organização social e cooperação sem comunicação. É por isso que continuamos vivos. A publicidade formal está prestando um grande serviço no combate à pandemia.

As marcas entenderam rapidamente que precisavam informar a população sobre os riscos do coronavírus. Nesses últimos dois meses, vimos inúmeras campanhas educativas, mensagens simples, mas extremamente importantes para a conscientização e grandes esforços conjuntos em ações de solidariedade. Investimentos gigantescos que ajudaram a combater a indústria das fake news, os exércitos de bots, a mineração de dados que manipulam as pessoas.

Depois da quarentena, eu acredito que a propaganda, o design e o jornalismo terão um papel fundamental na retomada da economia, na reconstrução dos negócios, na reinvenção do país.

Se as reuniões serão presenciais ou pelo hangout, não importa tanto. Não importa se os escritórios ficarão maiores, menores ou serão guardados na nuvem. Cada empresa deve buscar o seu modelo, como sempre foi. O que importa é juntar gente boa e trabalhar duro. Com ética e respeito. Com inteligência e coragem.

Espero que a pandemia traga uma visão mais humana para o marketing. Espero que as dificuldades fortaleçam os laços de confiança entre as empresas e seus funcionários.

Espero que o ativismo digital ganhe força. Comunicação e tecnologia são armas poderosas e estão sendo usadas para criar um caos calculado. Essa é a verdadeira ameaça.

Tags:

Deixe um Comentário