Fotógrafos de publicidade rodam documentário sobre mulheres do Jequitinhonha

13/08/2013

O Vale do Jequitinhonha em Minas Gerais é a paisagem central do documentário “Do pó da terra”, que tem seu lançamento previsto para 2014. Produzido pela Notorious Films, o longa é baseado em um argumento original de Fernando Machado, tem direção de Mauricio Nahas, roteiro assinado por Di Moretti e fotografia de Rodrigo Carvalho. Conhecido como um lugar místico, o cenário já mexeu com a imaginação de muita gente. Muitos pré-conceitos estão ligados a esta região, principalmente às mulheres que vivem lá e transformam pedaços de terra em verdadeiras obras de arte.

Em toda sua plenitude e complexidade, o filme exibe a beleza devastadora da natureza, contraposta à realidade miserável do Vale do Jequitinhonha, onde os valores humanos e as paisagens são impressionantemente fortes. A vida de mulheres das quais já ouvimos falar um dia, vimos ao acaso num jornal da TV e até já sentimos pena e piedade à distância, nunca foi vista de tão perto como neste documentário.

Ceramistas tingidas de barro, maltratadas pelo vício e exploradas pela ganância, subjugadas pela sorte figuram o longa. Mulheres que ainda hoje convivem com o alcoolismo, a falta de perspectiva de futuro de seus filhos, o abandono dos maridos e que sem trabalho, migram à procura de subsistência. Porém, independente destes infortúnios, estas guerreiras desafiam os números cruéis das estatísticas públicas e perpetuam a tradição de uma sociedade absolutamente matriarcal. “Do pó da terra” registra uma ambiguidade antiga, que contrapõe a pobreza material à riqueza humana.

  • compartilhe: