Escreva para pesquisar

BOLA DA VEZ

Semana Rogerio Steinberg – com Marcio Ehrlich

Compartilhar

Na próxima terça-feira, 9 de outubro, Rogerio Steinberg, o principal nome do mercado carioca na década de 80, ganha exposição e site que serão lançados durante evento na ESPM-Rio. Rogerio, o principal nome do mercado publicitário carioca na década de 80, será lembrado através dos trabalhos da sua agência Estrutural – como o lançamento do Barra Shopping com “As Frenéticas” e também pela sua paixão pelo Flamengo.  Foi ele o responsável pela criação do “Projeto Zico”, uma iniciativa pioneira de marketing esportivo que captou apoio da iniciativa privada (Adidas, Coca-Cola, Mesbla e Sul América Seguros) para trazer de volta para o time da Gávea o seu maior ídolo, que estava no Japão.

Abaixo, Marcio Ehrlich, diretor da Dinâmica – empresa responsável pela produção do evento – fala sobre a Semana Rogerio Steinberg.

VoxNews – Por que a ideia de lançar o site do Rogerio Steinberg?
Marcio Ehrlich – A publicidade e os publicitários do passado costumam ser muito rapidamente esquecidos pelas novas gerações. Talvez porque a gente normalmente trabalhe com peças que sempre têm prazo de validade. Existem durante o flight e sobrevivem no máximo enquanto podem concorrer a algum prêmio. Acabamos só olhando para o presente. Na época do Rogerio Steinberg, a Internet não existia. Mas a família dele teve a precaução de editar um belíssimo livro em 1987, um ano depois de sua morte, com uma enorme coletânea de trabalhos da Estrutural. Há uns três anos, lembrei deste livro e propus aos pais de Rogerio, Jacob e Clara Steinberg, que levassem o conteúdo para a web, hoje o grande repositório do que se faz em comunicação de marketing. Finalmente o site ficou pronto, produzido pela Zign, e o legado de Rogerio e da equipe da Estrutural já pode chegar até as novas gerações de criativos.

VoxNews –  O Rogerio foi o publicitário mais premiado da década de 80, mesmo falecendo prematuramente. O mercado reconhece a sua importância?
Marcio Ehrlich – A ideia de fazer uma exposição dos trabalhos da Estrutural na ESPM é exatamente para que os futuros profissionais descubram a importância que Rogerio teve para a publicidade carioca, não só na época, como influenciando toda uma geração de profissionais. Ainda há muitos contemporâneos da Estrutural em atividade brilhante no mercado, como Cristina Amorim, José Guilherme Vereza, Jorge Barros, Toninho Lima, Cláudio Ortman. Tanto eles como quem os conheceu naquela época reconhecem como a Estrutural deixava a cara da publicidade carioca mais alegre, mais próxima do consumidor que temos conseguido ver atualmente. Pouco após a morte de Rogerio, o CCRJ e o Prêmio Colunistas, entre outros, batizaram premiações com o nome do criativo. Até hoje, inclusive, no Colunistas Rio, é concedido o Prêmio Rogerio Steinberg aos criativos mais premiados na regional carioca do concurso, um título que muita gente tem orgulho de colocar em seu currículo.

VoxNews – Na exposição terão os trabalhos mais importantes da Estrutural e do Rogerio. Quem foi o responsável por essa curadoria?
Marcio Ehrlich – Acho que seria exagero dizer que fiz uma “curadoria”. O objetivo da exposição é dar uma pequena amostra da criatividade da publicidade carioca naqueles anos 80 e remeter ao site, onde estão as peças e suas fichas técnicas. Apenas procurei pegar as várias facetas do trabalho da agência, para a área imobiliária, varejo, veículos etc. E relembrar o estilo inconfundível da Estrutural de aproveitar tudo o que era notícia na cidade e no país para jogar na comunicação dos clientes. Acho que será uma ótima oportunidade para inspirar os criativos cariocas a retomarem o espírito brincalhão de fazer comunicação, coisa que sempre caracterizou o Rio e se perdeu bastante ao longo do tempo. Os clientes, com seus MBAs, suas mesas de compras, seu excesso de concorrências, etc, estão tornando a publicidade muito medrosa, chata e previsível. Rogerio faz falta porque, com certeza, não se conformaria e encontraria uma maneira de convencer os clientes a apostarem na ousadia.

VoxNews – Cite alguns trabalhos que poderão ser conferidos.
Marcio Ehrlich – Além da exibição dos comerciais, teremos cerca de 40 anúncios em totens que tiveram layout criado pela Camisa 10. Estarão lá os mais premiados da Estrutural, como aquele em que Grande Otelo personificou o ET de Spielberg para vender um prédio que estava em um “extra-terreno”. Ou o que mostrou um sósia de Woody Allen para vender outro imóvel na Rua Cosme Velho, a “Solução para a Neurose Urbana”. Peças criadas para promover o Flamengo — de quem Rogerio foi torcedor doente — também estarão na mostra. E vários dos pequenos anúncios de classificados que a Estrutural enchia nos jornais cariocas da época.

VoxNews – O lado flamenguista, que o levou a criar várias ações para o clube, será lembrado?
Marcio Ehrlich – Sim, como a volta do Zico e o personagem Uruba, o urubu, que hoje está inclusive em uma estátua na sede do clube, na Gávea. Foi talvez uma das primeiras tentativas de aproveitar a marca do Flamengo em oportunidades de merchandising.

VoxNews – Existem planos de levar essa exposição para outras cidades?
Marcio Ehrlich – Não, porque Rogerio era eminentemente carioca. Estamos apresentando o criativo como “O mais carioca dos publicitários cariocas”. Mas vai ser ótimo se a notícia do que estamos fazendo estimular a que outros mercados também garimpem os trabalhos históricos da sua publicidade para levar às novas gerações.

VoxNews –  Para finalizar, qual o principal objetivo do Instituto Rogerio Steinberg?
Marcio Ehrlich – O IRS faz um trabalho incrível. Eles localizam crianças com altas habilidades (superdotação) em comunidades carentes do Rio de Janeiro e os trazem para dentro de suas salas em atividades paralelas à escola, onde pedagogos, psicólogos e outros profissionais os orientam para que desenvolvam seus talentos, criatividade e espírito empreendedor. O objetivo é facilitar a entrada dos garotos no mercado de trabalho quando chegarem à fase adulta. O IRS foi criado pelos pais de Rogerio, donos da construtora Servenco, há 15 anos, e já entrevistou mais de 32 mil crianças para pinçar os talentos entre elas. Eles têm cases emocionantes de crianças superdotadas que, sem este apoio, dificilmente teriam conseguido uma oportunidade na vida.
Aliás, dentro da Semana Rogerio Steinberg na ESPM, teremos um concurso entre os alunos de publicidade para a criação de uma campanha para o IRS. A dupla vencedora ganhará um estágio na agência 11:21.

 

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *