Escreva para pesquisar

DESTAQUE

Fundação Abrinq e Giovanni+Draftfcb criam campanha diferente

Compartilhar

No Brasil, infelizmente 127 crianças de até cinco anos morrem todos os dias. É como se um Boeing 737 lotado caísse diariamente. A boa notícia é que até 70% dessas mortes podem ser evitadas se todas as grávidas fizerem o pré-natal. Para lutar contra essa triste realidade, a Fundação Abrinq – Save the Children lança a campanha Doe um Gol para incentivar as futuras mães do Brasil a fazer o acompanhamento médico durante a gravidez. Idealizada pela Giovanni+Draftfcb, o objetivo é ir além do filme comercial e buscar o engajamento dos jogadores de futebol e a imprensa como porta-vozes da causa.

Para divulgar a campanha, os principais jogadores de futebol foram convocados a “Doar um Gol”, fazer uma “comemoração solidária” de seus gols, colocando a bola debaixo da camisa para imitar uma grávida, a ideia é se apropriar desse gesto como símbolo da luta pelo pré-natal. Caberá aos jornalistas e locutores esportivos explicar que tal comemoração faz parte da campanha Doe um Gol. O objetivo é aumentar o número de consultas de pré-natal e, com isso, reduzir os índices de mortalidade até 2015.

Diante da limitação dos espaços publicitários para campanhas pró-bono, buscou-se a geração de mídia espontânea para a causa. A estratégia é aproveitar um dos momentos mais populares e de maior exposição de mídia do país, as rodadas finais do Campeonato Brasileiro.

Para protagonizar a campanha foram convocados os craques Luis Fabiano do São Paulo; Fred do Fluminense; Juninho Pernambucano do Vasco; Paulinho, Romarinho e Jorge Henrique do Corinthians; Arouca e Edu Dracena do Santos. Os jogadores cederam também a imagem para ilustrar o filme, que foi dirigido pelo João Simi da Dínamo Filmes, e as peças publicitárias que serão veiculadas conforme parcerias firmadas com televisões, rádios, jornais, revistas, canais de mídia alternativa, portais e painéis eletrônicos de todo o país e página no Facebook.

Para engajar os jogadores e imprensa foram produzidos kits explicativos, cartazes nos estádios – vestiários e salas de imprensa – e vídeos de apoio com outros embaixadores da campanha, como o jornalista Milton Neves.

De acordo com especialistas, se durante toda a gravidez os exames pré-natais, que são gratuitos e direito de toda gestante, fossem realizados, diminuiria o número de complicações. Atualmente, o número de mulheres que não realizam os exames ainda é elevado, o que coloca em risco a própria vida e a do bebê. A meta é reduzir o índice de mortalidade infantil no Brasil, colocando-o num patamar próximo ao dos países desenvolvidos.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *