Escreva para pesquisar

MÍDIA

Record perde seu principal autor de novelas

Compartilhar

Único autor do primeiro time da Globo que a Record conseguiu conquistar, Lauro César Muniz deixará a emissora de Edir Macedo no próximo dia 31. Seu contrato não será renovado. Muniz estava na Record desde 2005. Nesse período, escreveu as bem-sucedidas Cidadão Brasileiro (2006) e Poder Paralelo (2009) e a fracassada Máscaras (2012).

Sua saída, ao contrário da Globo, ocorre de forma “suave” e está relacionada a dois fatores: alto salário e pretensões artísticas. A Record, que implantou uma política de redução de salários, foi “elegante” e não chegou a fazer uma proposta menor para Muniz. E avisou que não tem interesse em produzir uma minissérie que o autor tanto deseja.

O autor ainda não tem nenhuma negociação com outra emissora. Para 2014, já tem um projeto, o roteiro de um filme a ser produzido em parceira com um estúdio norte-americano. Lauro César Muniz é um dos grandes autores brasileiros. Fez parte da geração que renovou o gênero a partir dos anos 1970. Escreveu grandes sucessos, como O Casarão (1976), Roda de Fogo (1986) e O Salvador da Pátria (1989). Na Record, arriscou ao implantar narrativas pouco comuns para as telenovelas.

Seu retorno para a Globo é praticamente impossível. Ele deixou a emissora em 2005 de forma não amistosa, depois de ficar cinco anos na “geladeira”, tendo sucessivos projetos recusados.

Do Notícias da TV

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *