BOLA DA VEZ



O Bola da Vez é o espaço que o Vox News reservou para, através de entrevistas, mostrar o trabalho e a opinião de profissionais que estão se destacando no meio da comunicação e daqueles de quem ainda vamos ouvir falar...

Por Amanda Corrêa


Paulo Botelho e Marcio Botelho – sócios do Estúdio Ícone

30/10/2017

 

 

Lançado há 12 anos, o Estúdio Ícone acredita que o seu grande diferencial é ter um trabalho atual, alinhado com o que se faz globalmente, às novas tendências criativas e às possibilidades tecnológicas.

Liderado por Paulo Botelho e Marcio Botelho, ambos egressos do mercado de ilustração e produção, o estúdio é polivalente atuando tanto nas áreas de 3D, ilustração, pós-produção, fotografia. Há pouco tempo, passou a investir em animação. Paulo é o responsável pela direção artística enquanto Marcio atua na produção executiva.

Agora, em 2017, o CGI Awards, promovido em Hamburgo na Alemanha em parceria com a Lürzer’s Archive ficou com o Estúdio Ícone. A peça premiada – escolhida a melhor em todo o mundo por um júri especializado – foi “Limpador de pára-brisas”, criada pela agência Africa para Suzuki. Ainda este ano, o Estúdio Ícone teve a primeira participação na 200 Best Digital Artists Worldwide, publicação da Archive três peças: “Pedigree Heces Firmes”, criado pela BBDO do México para a marca Pedigree; “Throat”, da Kindle para uma campanha do Assim Saúde; além de “Carvão”, produzida também para a agência Africa.

Há pouco tempo o estúdio passou a ocupar um espaço maior com cerca de 200 m2, no Rio de Janeiro.  O estúdio ganhou um espaço dedicado à produção fotográfica e, pela primeira vez, toda a equipe reunida em um mesmo ambiente: 2D, 3D e audiovisual. O Voxnews bateu um papo com os sócios sobre o Estúdio Ícone e mudanças que vale à pena conferir.

 

VoxNews – Nos contem um pouco da história de vocês. Como tudo começou?

 

Paulo Botelho – Nossa história começou há 12 anos. Eu tinha acabado de sair de um estúdio e estava pegando freelas de manipulação de imagens. Já atendia a algumas agências do Rio, mas não parava de prospectar. Com o tempo, percebi que precisava de mais talentos para acompanhar o volume crescente de trabalho. Com uma equipe mais robusta, e sem deixar de botar a mão na massa, era a hora de ter um olhar mais focado nas possibilidades do mercado.

Marcio Botelho – O Estúdio Ícone em pouco tempo já tinha conquistado seu espaço. Nessa época eu também já estava no mercado, trabalhava na área de manipulação da Seagulls Fly, mas sempre acabava me envolvendo na organização dos projetos. Percebemos, então, que eu poderia contribuir ainda mais para o crescimento do estúdio. Foi quando o Paulo me convidou para ser sócio. Com isso, ele pode se dedicar exclusivamente à direção artística e eu assumi a produção executiva.

 

Paulo – Ao longo desses anos fomos crescendo e passamos por vários momentos de mudança. Hoje vivemos mais um: acabamos de nos mudar para um estúdio maior. Com cerca de 200 m2, temos um espaço dedicado à produção fotográfica e, pela primeira vez, toda a equipe reunida em um mesmo ambiente. 2D, 3D e audiovisual criando lado a lado, em uma troca constante. Essa fluidez traz mais vantagens para nós como equipe e para os nossos clientes, pois o resultado final do trabalho também é impactado.

 

VoxNews – Essa mudança de estrutura foi algo que já estava planejado? 

 

Marcio – Aumentar o estúdio sempre esteve em nossos planos. A nossa equipe cresceu e precisávamos de uma estrutura maior. Claro que decidir por o plano em prática em um momento de crise pode parecer um contrassenso. Mas estudamos o cenário e decidimos encarar esse desafio.

 

Paulo – Quando já se tem uma equipe estruturada e uma estabilidade no mercado, você consegue se beneficiar. Nunca nos acomodamos com o que tínhamos. Começamos atendendo basicamente ao mercado do Rio de Janeiro. Natural, afinal somos um estúdio carioca. Mas rapidamente vimos oportunidades no mercado de São Paulo e expandimos. Hoje, somamos em nossa carteira de clientes não só agências de todo o Brasil mas também de países como Emirados Árabes, México e Malásia.

 

VoxNews – Como é para vocês ter trabalhos circulando em todo o mundo?

 

Marcio – Para nós é um orgulho imenso. Principalmente quando vemos nosso trabalho reconhecido, como quando recebemos este ano o prêmio CGI Awards, promovido pela Lürzer’s Archive.

Paulo – Esse tipo de projeto acontece para a gente de forma orgânica. Parte chega por meio das nossas ações de prospecção, mas eles vêm, principalmente, como resultado de todo nosso tempo de mercado. Já trabalhamos com diversos criativos e muitos deles hoje estão fora país, mas continuam nos procurando.

 

VoxNews – Os trabalhos de vocês sempre chamam atenção pela qualidade. A que vocês atribuem isso?

 

Paulo – Com certeza ao nosso método de trabalho e ao nosso conjunto de artistas, cada um com um talento bem específico. Com isso, o estúdio tem uma qualidade técnica excelente. São todos jovens inquietos, que estão sempre estudando, buscando referências e investindo em trabalhos autorais. E nós motivamos muito isso aqui dentro. Claro que, como um estúdio que atende ao mercado publicitário, temos que entregar a ideia do cliente. Mas não podemos deixar que nada saia sem a marca do Estúdio Ícone. Para isso, envolvemos sempre toda a equipe nos projetos. Todos os membros devem somar ao trabalho. Até eu que dirijo a equipe gosto de colocar a mão na massa. Os nossos clientes reconhecem isso. Sabem que confiar a sua ideia ao Estúdio Ícone é certeza de peça na rua com qualidade e sem “pepino”.

Marcio – Não importa se o resultado final será uma modelo, um personagem superdivertido ou uma cidade toda construída em 3D, somos um time. Trabalhamos juntos, investimos nosso tempo e, principalmente, nossa energia em cada trabalho. Ver uma imagem nossa na rua sendo superelogiada é um orgulho para a equipe.

 

VoxNews – O Estúdio Ícone nasceu com o objetivo de atender ao mercado de publicidade impressa. Este ainda é o mercado de vocês?

 

Paulo – Nós vivemos em uma era digital, mas o mercado publicitário ainda está em transição. As imagens têm muita força e continuarão assim por mais alguns anos. Aqui no Estúdio Ícone ainda somos muito demandados para publicidade impressa. Mas o audiovisual tem crescido bastante e hoje temos uma equipe focada em animação. A gente responde ao estímulo do mercado. Esse é um grande diferencial do estúdio, não buscamos apenas um superartista talentoso mas uma equipe multiprofissional e, consequentemente, muito mais talentosa que um único nome.

 

VoxNews – O estúdio também aposta bastante em trabalhos autorais. Como isso funciona?

Marcio – O segredo do nosso sucesso é o conjunto de talentos que temos no estúdio. É natural que um ou outro dos nossos artistas não esteja alocado em algum projeto. Esse é o momento em que o projeto autoral vira prioridade.

 

Paulo – Projetos autorais são muito importantes. É ali que consigo testar o novo, seja em uma experimentação estética ou no uso de uma nova tecnologia. Eu tenho que estar atualizado nessas duas frentes, sem falar que nesse processo de trabalho autoral acabo trocando mais com meu time e damos espaço para o erro, o que não é possível em um projeto com cliente externo.

Voxnews – Vocês podem citar algum trabalho em especial com assinatura do Estúdio Ícone?

 

Marcio – Fica difícil escolher um projeto com a nossa assinatura, acho que todos os trabalhos saem com a assinatura do estúdio.

 

Paulo – Não faz muito tempo, publicamos uma imagem autoral do Gilson, um simpático caçador. Um trabalho que começou no concept com nossos ilustradores, passando por praticamente todas as áreas do estúdio: pintura, escultura, 3D e creative retouch para fechar. Apesar do trabalho final ser uma cena toda em 3D, conseguimos envolver todos os talentos da casa. Acredito que essa é a nossa assinatura: muitos talentos somados com um único objetivo.

 

Voxnews – O que vocês vêem como próximos passos para o estúdio?

 

Marcio – É muito bom saber que depois de 12 anos ainda estamos respondendo sobre próximos passos. Não sei se sempre estivemos no caminho certo, mas nunca paramos. E sempre crescendo com reconhecimento do mercado! Então, o que podemos dizer é que pretendemos continuar dando os passos em que acreditamos. E atualmente estamos muito animados com o nosso novo espaço.

 

Paulo – Nosso novo estúdio é a materialização do que imaginamos para o futuro: crescer sempre. Estamos constantemente em busca de novos talentos e de trabalhos desafiadores.

  • compartilhe: