BOLA DA VEZ



O Bola da Vez é o espaço que o Vox News reservou para, através de entrevistas, mostrar o trabalho e a opinião de profissionais que estão se destacando no meio da comunicação e daqueles de quem ainda vamos ouvir falar...

Por Amanda Corrêa


Mariana Novaes – gerente de Marketing do GNT

29/08/2017

 

 

Desde 2014, o GNT vem apostando em estudos que propõem reflexões sobre o comportamento humano.  O primeiro foi o “Prezados Segredos”, que procurou saber quais eram os segredos femininos, com o objetivo de entender melhor a mulher. Também foram estudados temas como “Cá entre nós” e “Colaborativas”, todos com um viés mais feminino. Desta vez, o canal analisa o tema “Prazer, Alegria”, estudo realizado em parceria com a Inesplorato, e tenta “desvendar” o que, de fato, é preciso para ser feliz e ter uma vida realizada.

 

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil detém os índices mais altos de depressão na América Latina. A entidade ainda revela que a doença será o maior mal do planeta até 2030. Na sociedade atual, somos levados a acreditar que ser feliz é conseguirmos o que desejamos, numa cultura que o sucesso depende de si próprio. Se não conseguimos, surge a frustração e um alto nível de insatisfação.

 

Assim, o projeto procura trazer novos olhares e atitudes comportamentais. “Vimos aí uma oportunidade de estimular reflexão, buscar formas de vivenciar esse sentimento e inspirar marcas a explorar mais a comunicação voltada para esse tema”, diz Mariana Novaes, gerente de Marketing do GNT, que também conta o que é “alegria” para o canal.

VoxNews – Como o GNT chegou ao tema Alegria? 

 

Mariana Novaes – Ao longo dos últimos anos, todos os estudos que o GNT desenvolveu partiram da mesma premissa: buscar aprofundamento em temáticas que vem impactando e transformando o nosso tempo. São questões humanas que nos interessam.

 

Nesse contexto, tentar compreender como é possível encontrar mais alegria nos dias de hoje nos parece fazer bastante sentido. Nós brasileiros, por exemplo, que fazemos parte de uma cultura que prega a alegria e somos considerados o quinto país mais otimista do mundo (*), estamos vivendo profundas transformações. O Brasil  tem hoje o maior índice de depressivos da América Latina e é recordista mundial em prevalência de ansiedade (**). É um tema urgente que precisa ser aprofundado e debatido. A troca que queremos gerar com o estudo tem potencial de trazer novos olhares e atitudes.

 

(*) Fonte: pesquisa do Barômetro Global de Otimismo, realizada pelo Ibope Inteligência.

(**) Fonte: dados de um relatório global¹ da Organização Mundial da Saúde (OMS), lançado no início de 2017.

 

VoxNews – A geração que hoje entra no mercado de trabalho está cada vez mais preocupada com qualidade de vida. Como a pesquisa pode direcionar o canal e seus anunciantes nesse sentido? 

 

Mariana Novaes – Há uma vontade do GNT e das próprias marcas em gerar mensagens que conectem as pessoas com a ‘alegria’, com algum sentimento que melhore e transforme a qualidade de vida delas. Estamos imersos em uma cultura em que tudo é possível e a pressão pelo desempenho está nos desconectando do presente, onde experimentamos a verdadeira alegria. Vimos aí uma oportunidade de estimular reflexão, buscar formas de vivenciar esse sentimento e inspirar marcas a explorar mais a comunicação voltada para esse tema.

 

A pesquisa traz alguns caminhos e apresenta alguns elementos – um exemplo é o uso de algumas hashtags (*) -, que mostram como as pessoas podem viver o presente de forma mais real, o que chamamos de ‘aqui e agora’, para se conectar com essa alegria, que vai refletir diretamente na qualidade de vida delas.

 

(*) #desacelerar, #licençaparadesacelerar, #vidalevaeu, #rirpranãochorar, #somostodosafetados. 

 

VoxNews – A Inesplorato, curadora do estudo, vai fundo na filosofia para diferenciar sentimentos como alegria e esperança e mostra que a sociedade hoje atravessa um “bug afetivo” pelo alto nível de cobranças. No GNT, como o estudo pode entrar no dia a dia do canal e ser aplicado à funcionários, parceiros e fornecedores?

 

Mariana Novaes – O “Prazer, Alegria’ tem o propósito de nos fazer pensar na forma como a sociedade lida com a vida. O GNT acredita que se o estudo  afetar funcionários, parceiros e fornecedores como seres humanos, há um reflexo  imediato no dia a dia de todos nós . Pensar a alegria como a importância de viver o presente de forma inteira com certeza afetará positivamente o nosso cotidiano.

 

VoxNews –  Há alguns anos o GNT investe em estudos que trazem uma reflexão para a sociedade e há uma visível transformação na programação do canal. Agências e marcas conseguem acompanhar essas mudanças rapidamente ou ainda é necessário um tempo de maturação desses conceitos? 

 

Mariana Novaes – Estamos todos na mesma busca. Somos também afetados por reflexões que muitas  marcas vem trazendo . O GNT  repensa, erra, acerta, muda o rumo dos conteúdos e das mensagens o tempo todo. As pessoas e também as marcas nos alimentam neste sentido. O ponto aqui é ver a mudança como algo que faz parte do processo e só se transformando constantemente conseguiremos nos conectar de forma verdadeira com nosso público.

 

VoxNews – E para o GNT, o que é alegria?

 

Mariana Novaes – Alegria é saber que a marca, de alguma forma, gera conversa e reflexão que impacta a nossa cultura e a forma com que o público pensa e age. Atuamos desta forma quando escolhemos nosso conteúdo. Falar sobre adoção, liberdade de gênero, diferentes formas de configurações familiares são alguns exemplos.

Então, alegria para o GNT é, a partir de um conteúdo nosso, fazer com que as pessoas repensem hoje sua forma de lidar consigo mesmo e com o outro.

  • compartilhe: