Escreva para pesquisar

DESTAQUE

O Boticário exalta poder feminino

Compartilhar

O Boticário apresenta Floratta Love Flower, inspirado em uma flor conhecida no Caribe como símbolo de romantismo e ousadia. Segundo a tradição, suas pétalas em forma de borboleta carregavam mensagens secretas enviadas por mulheres que não tinham medo de arriscar no amor. Assim, a fragrância é pensada para mulheres românticas e cheias de personalidade, exaltando o pouco falado poder de conquista feminino.

O filme da campanha, criado pela AlmapBBDO, mostra três mulheres em situações muito diferentes: na balada, na biblioteca e debaixo de uma chuva intensa. Todas as personagens demonstram que não existe tempo ou lugar específicos para se arriscar no amor, e que o público feminino pode dar o primeiro passo. Os dizeres “O momento perfeito quem cria é você”, encerram o filme. A produção é da Paranoid.

 

Assista aqui.

 

A campanha está no ar na TV, no mobiliário urbano, nas redes sociais e mídias digitais.

 

Ficha Técnica

Anunciante: O Boticário

Agência: AlmapBBDO

Título: Não Dificulte o Amor

Produto: Floratta Love Flower

CCO: Luiz Sanches

Diretores Executivos de Criação:  Marcelo Nogueira e Keka

Criação: Carlos Yanke e Marcelo Pignatari

Produtora de imagem: Paranoid

Produtor executivo: Egisto Betti, Gabi Hahn e Luiz Armesto

Direção: Otavio Machado

Fotografia: Will Etchebehere

Montador / Editor: Danilo Abraham

Finalizadora: ClanVFX

Atendimento: Marcel Weckx, Rafael Motta e Arthur Gomes

Produtora de áudio: Punch Audio

Produtor: Cristiano Pinheiro

Coordenação: Leticia Nunes e Ligia Barros

Atendimento: Lili D. Aragoni e Gabi Takan

Locutor: Sabrina Wilkins 

Canto: Brenda Mayer

RTV: Vera Jacinto, Diego Villas Bôas e Leo Damasceno

Atendimento: Camilla Massari, Daniela Teixeira, Andressa Duo, Camilla Guerra, Victhória Azcuaga e Marina Mesquita

Planejamento: João Gabriel Fernandes, Katia Fontana, Rafael de Andrade, Flavia Cassias

Mídia: Daniel Ribeiro, Amanda Meziara, Thiago Gonzales e Lerynda Lima

Aprovação: André Farber, Alexandre Bouza, Gustavo Fruges

Tags:

Deixe um Comentário