Spike Lee volta ao País para filmar “Go, Brasil Go”

06/02/2013

Spike Lee desembarca na terra do Carnaval nos próximos dias. Mas, por enquanto, a agenda do diretor norte-americano não inclui samba, axé, nem folia. Acompanhado pela Paranoid, empresa de Heitor Dhalia e Tatiana Quintella escolhida para produzir seu novo documentário, Lee irá a Salvador (BA) para fazer mais entrevistas para “Go, Brazil Go”.

Em sua nova visita, o diretor de filmes como “4 Little Girls” e “Faça a coisa certa” conversará com políticos de diferentes forças partidárias, artistas da nova cena musical brasileira, líderes de diferentes movimentos políticos e sociais locais e representantes do Candomblé. Entre eles estão Ivete Sangalo, o presidente do Olodum, João Jorge Rodrigues, Antonio Carlos Magalhães Neto, Jacques Wagner, Daniela Mercury, Carlinhos Brown e Mãe Stella de Oxóssi.

Lee escolheu retratar o Brasil em seu novo projeto por acreditar que o País vive um momento decisivo e transformador, pautado, Copa do Mundo de 2014 e Jogos Olímpicos de 2016, por uma economia aquecida e um fato histórico na política: Dilma Roussef como primeira mulher a comandar o País. Um retrato positivo sem, no entanto, deixar de mostrar os problemas e os desafios a serem superados.

Em abril do ano passado, o diretor esteve em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília e entrevistou personalidades como a própria presidente Dilma Roussef e o ex-presidente Lula; Benedita da Silva; os Deputados Luiz Alberto e Romário; Criolo; Junior (Afroreggae); Lázaro Ramos; Wagner Moura; Gilberto Gil; Caetano Veloso; Marisa Monte; Matilde Ribeiro; Neymar; OsGêmeos e Tom Zé, entre outros.

A previsão de estreia é 2014, antes da Copa, no festival de Cannes. Até lá, o diretor deve retornar mais quatro vezes ao País, para falar com pessoas comuns e concluir a agenda de personalidades selecionadas. Ainda devem ser ouvidos o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Vick Muniz, Gal Costa, Tomie Ohtake, Pelé, Ronaldo, Cesar Cielo e Daine dos Santos, entre outros.

  • compartilhe: