SOS Mata Atlântica acende debate sobre a indiferença

16/05/2013

A Fundação SOS Mata Atlântica lançou a antítese de uma Organização Não Governamental e, com o pseudônimo “Que Se Dane”, vem promovendo – ironicamente – o direito nato de todo brasileiro à Não Causa.

A ação criada pela F/Nazca Saatchi & Saatchi abriu perfis da QSD no Facebook e Twitter e desde o início do mês repercute e comemora notícias ruins, além de divulgar seu provocador estatuto em vídeo. Para Eduardo Lima, diretor de criação da agência, “a ideia é mostrar que a impassibilidade não é neutra. É, na realidade, bem indigesta.”

A provocação assinada pela Fundação SOS Mata Atlântica propõe até a solução para combater a indigna situação de fazer parte da QSD: durante o evento Viva a Mata 2013 os visitantes poderão se “desfiliar” da emblemática organização. Um display móvel fará um registro fotográfico do “desfiliado” e permitirá que a imagem seja compartilhada nas redes sociais ou e-mail.

Marcia Hirota, diretora da Fundação SOS Mata Atlântica, completa: “No ano em que o evento vai promover a discussão sobre ‘Direitos e Deveres Ambientais’, o primeiro passo é saber que todos temos um papel a desempenhar na sociedade, sendo ativista ou não. Em suma, queremos ver mais do que ambientalistas parceiros circulando pelo Viva a Mata este ano”.

Os interessados em renunciar à QSD devem ir ao Parque Ibirapuera entre os dias 24 e 26 de maio de 2013, das 9h às 18h. A 9a edição do Viva a Mata vai promover atividades na Marquise do Parque Ibirapuera, como teatro, música e contação de histórias, além de debates e mesas-redondas no auditório do MAM (Museu de Arte Moderna).

  • compartilhe: