Seleção de projetos para a TV paga vira ‘game show’

23/01/2014

De um lado, a TV paga sofre para cumprir as cotas de programação nacional. Do outro, as produtoras tentam emplacar os seus projetos. Eis que está surgindo uma empresa que pretende fazer o meio de campo nessa corrida audiovisual.

Será lançada nos próximos dias a Telecoup Brasil, autointitulada como “aceleradora de produções audiovisuais”. Seguindo o formato da canadense Cinecoup, que atua no mercado cinematográfico, a Telecoup tem como objetivo selecionar e acompanhar, para os canais pagos, produções audiovisuais, desde o embrião até a exibição.

Encabeçada por André Mantovani e Ricardo Sodre, a nova empresa transforma em “game show” (com torcidas e desafios acompanhados pela web) o processo de seleção (pitching) do projeto que vai originar um programa na TV por assinatura.

O canal escolhe o tema da produção e o valor destinado a ela. A Telecoup organiza e promove todo o processo de seleção.

As produtoras concorrentes tentam conquistar votos nas redes sociais para seguirem na competição. Tarefas semanais vão eliminando as participantes. A Telecoup já negocia com programadoras e deve lançar a primeira competição de projetos em março, na feira de audiovisual RioContent Market, no Rio.

Da coluna Outro Canal, da Folha de S. Paulo

  • compartilhe: