Quatro emissoras pretendem bancar concorrente do Ibope

12/08/2013

Os alemães não desistiram. O instituto germânico GfK, que pretende se tornar concorrente do Ibope no Brasil em aferição de audiência de TV, irá reunir-se nos próximos dias com o mercado anunciante e emissoras de TV para dar sequência aos acordos de instalação do serviço. As conversas do GfK com seus potenciais clientes começaram em dezembro de 2012 e ganharam força a partir de abril deste ano.

O instituto, que atua em mais de cem países, entre eles EUA, Holanda e Portugal, oferece amostragem de pesquisa 35% maior que a do Ibope, com mais peoplemeters (aparelhos instalados nas residências para aferir a audiência) e preço menor. O instituto apresentou orçamento preliminar de cerca de R$ 50 milhões anuais, a ser rateado entre os clientes do país para a implantação da pesquisa. A Folha apurou que as emissoras Band, Record, SBT e RedeTV! estão negociando a divisão desses custos.

A empresa alemã pretende ter os contratos com as redes de TV e agências de publicidade assinados ainda neste ano, para colocar a pesquisa em funcionamento em 2014. “Está tudo indo bem. A cúpula da GfK está vindo ao Brasil para reuniões técnicas e comerciais com os interessados”, afirma o empresário Fabio Wajngarten, que intermedeia as negociações no país.

Da coluna Outro Canal, da Folha de S. Paulo

  • compartilhe: