Escreva para pesquisar

BOLA DA VEZ

Paulinho Bessa – sócio da Capitão Musical

Compartilhar

Para Paulinho Bessa, sócio da Capital Musical, 2014 foi o ano da grande virada da produtora de som com sede no Rio de Janeiro. Foram feitos diversos investimentos – em pessoal e equipamentos – além de quadruplicar o espaço físico da produtora. O resultado já pode ser conferido com o crescimento em 200% no faturamento da empresa. Na entrevista abaixo, Paulinho também conta sobre as atuações da Capitão Musical na área musical – fora publicidade – e no seu trabalho como locutor. Confira.

Voxnews – A Capitão Musical iniciou em 2014 uma nova fase. Nos fale sobre isso.

Paulinho Bessa – A nova fase é consequência de muitos trabalhos como “pequena produtora” mas com grandes ideais. Esse pequeno espaço – onde começamos – foi fundamental para o nosso crescimento. Tivemos que nos adaptar às condições que tínhamos e aprimorar cada vez mais a nossa qualidade em áudio. Superar nossos limites. Criar e buscar “o novo”. Durante muito tempo trabalhamos demais para que tudo isso acontecesse. Conseguimos executar grandes trabalhos com uma estrutura enxuta, porém, eficaz.

Hoje, ampliamos em quatro vezes mais o nosso espaço físico. 2014 está sendo muito melhor do que planejávamos. E estamos com grandes expectativas para o próximo ano.

Voxnews – Foram realizados diversos investimentos pela produtora, tanto na área de tecnologia quanto em pessoal. Pode nos detalhar esse processo?

Paulinho Bessa – Os investimentos foram necessários devido ao atual espaço da produtora. Investir em novos talentos e equipamentos de ponta. A exemplo do Pro Tools HDX que é utilizado nos maiores e mais renomados estúdios do mundo, independente do seu seguimento. Tudo isso para atingir as metas da produtora, e, principalmente, o novo posicionamento. Além da publicidade somos, também, uma gravadora e atuamos na produção de músicas. E em breve estaremos finalizando áudio em 5.1 para o cinema.

Voxnews – Com esse investimento, quanto a produtora já incrementou no faturamento?

Paulinho Bessa – Estamos finalizando 2014 com um crescimento em torno de 200%. Ficamos surpresos e muito felizes com esse resultado. Tudo isso graças a esse novo posicionamento da produtora. E, principalmente, de bons trabalhos e grandes parcerias com nossos clientes.

Voxnews – Você também tem outros projetos na área musical – um diferencial da produtora – e também como locutor. Como essas iniciativas serão realizadas em paralelo com esse crescimento da Capitão Musical?

Paulinho Bessa – Na verdade, o crescimento da produtora se deve à essa diversidade que já faz parte do nosso cotidiano desde o início.

Na área musical temos vários remixes para artistas internacionais tais como: Bruno Mars, Will.i.am, Britney Spears, dentre outros. Produzimos músicas para artistas brasileiros e que até hoje são executadas em outros países.

O tema de abertura da novela Avenida Brasil – “Dança Kuduro” – tem assinatura da Capitão Musical e foi a música mais executada no ano de 2012 no Brasil. A novela teve seus direitos de exibição vendidos pelo Rede Globo a 124 países e foi dublada em 18 idiomas. Para se ter uma ideia, na Argentina, o último capítulo da trama foi exibido em um estádio de futebol lotado.

A Capitão Musical – detentora do fonograma – recolhe um percentual de 41.7% referente à sua execução. Ainda contamos com contratos de exclusividade com a Universal Music para à venda nos meios digitais: iTunes, ringtones, entre outros.

Como locutor, tenho trabalhos para clientes importantes como Toyota Corolla, Oi, Citroen, Vivo, Peugeot e Mobil.

VoxNews – Finalmente, quais as expectativas da produtora para 2015?

Paulinho Bessa – Nossa meta para 2015 é ter um crescimento ainda maior. Principalmente, estreitando nosso relacionamento com nossos clientes e buscar novas parcerias com agências e produtoras no mercado publicitário nacional. Além disso, descobrir novos talentos no cenário musical. Que venha 2015!

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *