BOLA DA VEZ



O Bola da Vez é o espaço que o Vox News reservou para, através de entrevistas, mostrar o trabalho e a opinião de profissionais que estão se destacando no meio da comunicação e daqueles de quem ainda vamos ouvir falar...

Por Amanda Corrêa


Patrick Simas, diretor de Animação da A.C.I.D.A.

05/04/2013

Numa casa centenária no bairro de Botafogo está sediado o estúdio A.C.I.D.A. : Animação + Conteúdo + Internet + Design & Afins. Tendo à frente o diretor de Animação Patrick Simas, experiente ilustrador e animador, a A.C.I.D.A. chega ao Rio de Janeiro para preencher um espaço compreendido entre animadores freelancers que trabalham nas suas casas e as grandes produtoras de animação. O estúdio cria projetos de videografismo, motion-graphics, cenários virtuais, 3D, ilustração e manipulação de personagens. E o Bola da Vez conversou com Patrick para conhecer um pouco mais sobre o novo estúdio.

Voxnews – Primeiramente, como surgiu a ideia da A.C.I.D.A.?
Patrick Simas – O estúdio surge para preencher um espaço dentro da indústria criativa. Mapeamos o setor e percebemos que existem dois modelos de negócios: os estúdios “caseiros” e as grandes produtoras. Os primeiros são tocados por uma geração Y, cheia de ideias na cabeça e muito criativos, mas com uma necessidade de ter métodos, processo e, até mesmo, infra-estrutura. O segundo grupo de empresas está no mercado há muito tempo, já possui clientes cativos, um grande staff e, de alguma forma, são um pouco lentas, pesadas e caras. A A.C.I.D.A. surge para ser um estúdio leve, criativo e comprometido com o negócio do cliente.

Voxnews – E fale um pouco sobre a sua experiência.
Patrick Simas – Comecei cedo em agências, fazendo storyboards e rafs enquanto ainda cursava Comunicação Social na UFRJ. Trabalhei por anos como diretor de arte e ilustrador até que resolvi dar uma animada na minha carreira. Fiz uma pós graduação em animação na PUC e acabei por entrar de cabeça no mercado de motion graphics. Anos depois uma certeza fica: acertei na escolha. Essa é uma área que alimenta o espírito criativo e privilegia a ousadia.

Voxnews – A.C.I.D.A. : Animação + Conteúdo + Internet + Design & Afins. Como é realizada essa divisão dentro da produtora?
Patrick Simas – A galera do estúdio é bem diversificada. Cada um possui a sua origem cultural, intelectual e técnica. Mas, aqui dentro, tudo se mistura. Não existe uma divisão de setores ou de jobs. Todos se envolvem. Todos opinam. Todos se comprometem. E é a partir dessa “mistureba” que as ideias coletivas e os resultados originais aparecem.

Voxnews – Vocês dizem querer ser um departamento um braço das agências de propaganda, mas também de departamentos de marketing. Pode ser conflitante?
Patrick Simas – A A.C.I.D.A. quer estar no meio desse “conflito”. A gente quer estar nas situações onde haja choque de motivos… ações antagônicas… É nesse momento conflitante, onde as informações são desencontradas, que temos que agir. É aí que está o problema a ser resolvido. Seja proveniente das agências de propaganda ou dos departamentos de marketing.

Alguns profissionais do setor nos conhecem e sabem a nossa índole e profissionalismo. Vamos nos conflitar cada vez mais!

Voxnews – Como é realizada essa prospecção?
Patrick Simas – Acreditamos em relação e ralação. A primeira é construída com o tempo, com as experiências entre as pessoas e com a postura tomada em determinadas ocasiões. A segunda é a nossa força de vontade e o trabalho em si. A nossa prospecção é orgânica… Os contatos são feitos através de pessoas que já passaram ou ainda estão nas nossas vidas pessoais e profissionais. E muitos jobs têm aparecido, naturalmente, por indicações. E isso é um super termômetro para dizer que estamos no caminho certo.

Voxnews – Quais os principais projetos já assinados pela A.C.I.D.A.?
Patrick Simas – Nesses últimos dez meses fizemos de tudo um pouco: fizemos os efeitos especiais do comercial de dia das mães dos Shoppings Alliansce para a Casa da Criação; produzimos a animação em 3D de um video institucional, pela agência QUÊ, para a BR Distribuidora; criamos o video de final de ano da FIRJAN para a agência gaúcha Happy House; desenvolvemos o video de apresentação do novo presidente e diretoria da PDG; criamos em 2D toda a animação da Marsans para o lançamento do novo cartão Visa e um super projeto feito em stop-motion para a descriminalização das drogas, pela agência XTudo, para o Viva Rio.

Voxnews – O que o mercado pode esperar da A.C.I.D.A.? Qual seria o seu principal diferencial em relação às outras produtoras?
Patrick Simas – As pessoas podem esperar comprometimento e superação. Essas duas palavras fazem parte do nosso dia-a-dia. Ou seja, o compromisso com o projeto, com o objetivo e com o resultado e a superação das dificuldades e dos limites profissionais. A A.C.I.D.A. quer ser um complemento profissional, técnico e criativo para as produtoras, agências e marcas.

  • compartilhe: