Escreva para pesquisar

PUBLICIDADE & MARKETING

JWT revela as 10 tendências para o nosso mundo em 2013

Compartilhar

A JWT divulgou esta semana quais devem ser as principais tendências que influenciarão ou impactarão significativamente a mentalidade e o comportamento do consumidor no próximo ano. De acordo com o relatório, que está em sua oitava edição, objetos do cotidiano se tornarão cada vez mais inteligentes à medida que a tecnologia é incorporada a tudo, desde óculos até meias e bicicletas. Ao mesmo tempo, os smartphones se tornarão verdadeiras impressões digitais à medida que evoluem e se transformam em carteiras, chaves, consultores de saúde e muito mais — toda a identidade de uma pessoa num único lugar.

Entre as principais tendências, aquelas que já podem ser identificadas no comportamento dos brasileiros são:

· Tudo É Varejo: Fazer compras está deixando de ser uma atividade que acontece em lojas físicas ou online para se tornar uma troca de valores que pode se desenvolver de várias maneiras novas e originais. Como quase tudo pode ser um canal de varejo, graças em grande parte à tecnologia móvel, as marcas devem ficar cada vez mais criativas na forma como vendem seus produtos. Por exemplo, o Pão de Açúcar lançou vitrines virtuais, com mais de 300 itens no Shopping Cidade Jardim, em São Paulo, que permitem a compra pelo celular, utilizando apenas o aplicativo mobile de venda on line.

· Público privado: Num mundo que valoriza viver publicamente, as pessoas estão começando a criar naturalmente hacks de privacidade digital, ou seja, processos ou restrições que trazem de volta a privacidade. Em vez de simplesmente rejeitar os meios de comunicação sociais e ferramentas de compartilhamento em geral que se tornaram o tecido da nossa vida social, esta prática tem a ver com negociar, definir e gerenciar uma nova ideia de privacidade para o século XXI. Vale destacar pesquisa realizada pela Hi-Mídia recentemente que aponta que os brasileiros dizem levar a sério a segurança online. Os resultados mostraram que 45% dos usuários do Facebook possuem perfil privado, visível somente por amigos. O estudo também constatou que os usuários das mídias sociais têm cuidado com sua reputação, sendo que 21% já se desmarcaram de fotos, 45% já apagaram comentários postados, 70% se preocupam com o que escrevem e compartilham.

· Era do Super Estresse: Embora a vida tenha sempre sido repleta de fatores que causaram estresse, de maior ou menor impacto, esses são cada vez mais frequentes e se multiplicam: estamos entrando na era do super estresse. E à medida que o estresse é melhor compreendido e mais aceito como uma questão grave de saúde, que demanda tratamentos e custos, governos, empregadores e marcas aumentarão seus esforços para preveni-lo e reduzi-lo. Uma atitude que aponta para esse caminho é o fato de que grandes cidades têm se rendido cada vez mais aos encantos da bicicleta. Pedalar é uma atividade saudável, que não polui o ar, e ainda proporciona certa dose de exercício físico no cotidiano. O Rio de Janeiro já havia ganhado seu sistema de aluguel de bicicletas e agora São Paulo já conta com um projeto semelhante. Outras cidades também têm investido na criação de ciclofaixas.

“Em nossa previsão de tendências para o futuro próximo, as novas tecnologias continuam sendo o centro das atenções, à medida que vemos grandes mudanças ligadas ao rápido desenvolvimento das tecnologias móveis, sociais e de dados,” diz Ann Mack, diretora de trendspotting da JWT. “Muitas das nossas tendências refletem como as empresas estão incentivando, alavancando ou neutralizando a onipresença da tecnologia em nossas vidas, e como os consumidores estão respondendo ao seu apelo”.

Segundo o levantamento, cresce também a percepção de que o tempo de crianças e adultos pode gerar vantagens competitivas, como mais imaginação, criatividade e inovação. Isso acontece quando mais horas do dia são dedicadas a atividades mais simples, em equilíbrio com as crescentes atividades organizadas e baseadas em tecnologia. Outra tendência é a busca integrada pela felicidade, saúde e bem-estar, tudo num mesmo contexto e apoiado numa inter-relação cada vez mais recomendada pelas áreas da ciência, medicina e psicologia.

Já as previsões de mercado destacam a explosão sensorial como fator que irá direcionar mais esforços das marcas. Elas irão se preocupar em explorar mais os sentidos dos consumidores e expandir os estímulos a eles relacionados, resultando numa expectativa por produtos e experiências mais potentes. O estudo também indica que o poder de previsão das marcas em relação ao que um cliente precisa ou quer só deve aumentar, porque os próprios consumidores têm gerados cada vez mais dados. Por fim, o relatório revela ainda que não dá pra falar sobre 2013 sem citar o crescente uso do formato de rede peer-to-peer pelas empresas, que possibilita conectar dispositivos ponto a ponto, tornando mais rápido e seguro a movimentação de arquivos.

O relatório “As 10 Tendências da JWT para 2013” está disponível no JWTIntelligence.com e um vídeo que apresenta as previsões está disponível no Youtube

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *