Escreva para pesquisar

PUBLICIDADE & MARKETING

Johnnie Walker estreia na produção de conteúdo com Fernando Meirelles

Compartilhar

Johnnie Walker começa a produzir conteúdo audiovisual no Brasil, por brasileiros, para contar histórias inspiradoras com o espírito “Keep Walking”. A iniciativa conta com a participação do diretor Fernando Meirelles. E, nesta quinta-feira, 6, às 20h, no Cinemark do shopping Iguatemi, estreia a série The Walkers, com os seis primeiros curtas-metragens produzidos via uma ação de crowdsourcing e escolhidos por Meirelles.

“Como cineasta, sempre fui movido pelo espírito Keep Walking, afinal, não era fácil produzir um filme no Brasil. A ousadia de entregar a voz da marca para produtores independentes me conquistou de cara”, afirma o diretor que se entusiasmou ao ver retratado na tela o progresso do Brasil e de brasileiros reais, como moradores de comunidades, indígenas e artistas de rua.

Os curtas-metragens vão ser exibidos na rede Cinemark, antes dos longas em cartaz, e também no canal da marca no YouTube.

A escolha foi realizada através de uma ação de crowdsourcing liderada pela empresa You Create e 43 filmes foram produzidos espontaneamente. A marca oferecia o prêmio total de R$ 250 mil para as seis produções escolhidas por um corpo de jurados liderado por Fernando Meirelles e que ainda contou com Fabio Coelho, presidente do Google, Alexandre Gama, presidente da NeoGama/BBH e Tania Cesar, Diretora de Marketing da Diageo, empresa detentora de Johnnie Walker.

Os eleitos:

Filme: Cris do Morro

Diretores: Cristiano Abud e Lucas Gontijo

Sinopse: Cris do Morro sempre lutou contra as adversidades da vida na favela, da violência e da pobreza. Por meio da música salvou-se nos momentos de desespero.

Filme: Eco Niemayer

Diretor: Bruno Bastos e Leo Bastos

Sinopse: O artista plástico Marcelo Eco homenageia Oscar Niemeyer, em um passeio por Brasília.

Filme: Eu sabia que o nosso dia ia chegar

Diretor: German Dominguez Mairen

Sinopse: Um vídeo-poesia narra a busca do brasileiro pelo seu grande amor.

Filme: Sou Índio, Sou Brasileiro

Diretor: Fernando De Borthole

Sinopse: A história real de Eurico Baniwa um brasileiro referência internacional sobre a cultura indígena.

Filme: Âmbito de Liberdade

Direção: Pedro Barbosa e Mariana Martins

Sinopse: O artista plástico Paulo PT Barreto reflete sobre sua condição, desafios e prazeres.

Filme: Cozinhar é Transformar

Diretor: Luiz Felipe Fischer

Sinopse: O chefe de cozinha Chico Ferreira, conta a importância das refeições na vida e nas relações das pessoas.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *