Escreva para pesquisar

MÍDIA

Globo quer vender filmes nacionais no exterior

Compartilhar

A Globo pretende começar a ser uma exportadora de filmes nacionais. Esse é a novidade do catálogo de atrações que a emissora apresentou ontem para mais de 200 programadores internacionais, em um café da manhã na Natpe, feira de audiovisual, que acontece nesta semana em Miami.

O evento, em clima de Copa do Mundo, teve direito a piso de gramado, holofotes verde e amarelo e som ambiente de torcida de futebol. Na bagagem para vendas internacionais, a emissora levou, pela primeira vez, longas-metragens nacionais. São eles: “O Tempo e o Vento” e os campeões de bilheteria “Até que a Sorte nos Separe” e “Até que a Sorte nos Separe 2”, coproduções da Globo Filmes. Os filmes “Xingu” e “Serra Pelada” também estão entre os títulos oferecidos no exterior, mas apresentados em formato de minisséries, assim como foram exibidos pela emissora no Brasil.

A Globo também apostou na força do Emmy e levou produtos vencedores do prêmio, como a novela “Lado a Lado” e indicados, como “O Brado Retumbante”.

Também compõe o pacote exportação a minissérie “O Canto da Sereia” e as novelas “Flor do Caribe”, “Sangue Bom”, “Amor à Vida” (ainda no ar) e “Salve Jorge”, que foi batizada na versão hispânica de “La Guerrera”.

Da coluna Outro Canal, da Folha de S. Paulo

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *