Globo faz concessões para ter Ronaldo como comentarista

03/04/2013

Uma das novidades da programação da Globo em 2013, a contratação do ex-jogador Ronaldo como comentarista, fez a rede abrir concessões em suas normas internas. Se fosse um comentarista como outros do jornalismo esportivo do canal, Ronaldo não poderia protagonizar comerciais, pois a Globo não permite. O craque está atualmente no ar em seis campanhas publicitárias diferentes.

Outro precedente foi aberto com relação à operadora Claro. Ronaldo é garoto-propaganda da marca, concorrente direta do patrocinador da Copa das Confederações, a Vivo, evento que terá o craque como comentarista. Procurada, a Vivo afirma que não se preocupa com a contratação, mas o mercado diz que a empresa não gostou de ter o garoto-propaganda da concorrência em um evento bancado por eles na TV.

Como funcionário da Globo – Ronaldo já até apareceu no ar com o crachá do canal – o ex-jogador teria de obedecer a várias regras, como a de não ter atividades paralelas ou conflitantes com a que exerce na rede. Um dos conflitos: o ex-jogador, que também é empresário de vários esportistas, vai ter de comentar na emissora a atuação de alguns de seus clientes. Procurada, a Globo diz que não trata publicamente das condições de seus contratados.

Da coluna Outro Canal, da Folha de S. Paulo

  • compartilhe: