Globo anuncia mudança no modelo de gestão do Entretenimento

17/11/2014

A Globo anuncia nesta segunda-feira, 17, hoje seu novo modelo de gestão do Entretenimento. A área passará por uma transformação: deixará de ser centralizada para ser orientada pelo conteúdo. Serão criadas novas diretorias especializadas por gênero: Dramaturgia Diária, liderado por Sílvio de Abreu; Dramaturgia Semanal, comandado por Guel Arraes; e Variedades, liderado por Boninho (diários e realities) e Ricardo Waddington (noites e fins de semana). A estrutura se completa com duas atuais diretorias: Produção, comandada por Eduardo Figueira, e Desenvolvimento Artístico, dirigida por Monica Albuquerque.

Depois de consolidar o Projac como a maior produtora da América Latina, e das maiores do mundo, o diretor geral de Entretenimento, Manoel Martins, se aposenta no fim do ano. Manoel completa 37 anos de empresa e comandou o Entretenimento a partir de 2008.

“É uma transformação no modelo organizacional do Entretenimento. Nós temos, na Globo, o compromisso com a evolução constante e, para isso, sempre estamos revendo modelos e processos para buscar ainda mais qualidade e eficiência. A aposentadoria planejada do Manoel nos deu a oportunidade de repensar mais profundamente a estrutura do Entretenimento como um todo e prepará-lo para os desafios que temos pela frente. Manoel nos deixa um grande legado: uma produção eficiente e altamente qualificada de 2.500 horas anuais de entretenimento, cuja relevância é reconhecida e premiada no mundo todo. Como nossa principal vocação é contar histórias, estamos colocando o conteúdo em primeiro plano, apoiado por nossos talentos e pela enorme capacidade de produção do Projac”, afirmou Carlos Henrique Schroder, diretor-geral da Globo.

O processo de reestruturação apoiado pela consultoria Strategy&, ex Booz & Company, teve início no ano passado e foi acompanhado por Manoel Martins.

  • compartilhe: