Escreva para pesquisar

MÍDIA

Fla-Flu chega aos 100 anos com homenagem especial

Compartilhar

O mais charmoso clássico do futebol brasileiro comemora em 2012 cem anos de muita história. O Fla-Flu, como o confronto foi batizado pelo jornalista Mário Filho, começou em 1912, quando atletas do Tricolor decidiram deixar o clube das Laranjeiras e fundar o departamento de futebol no Clube de Regatas do Flamengo. No dia 7 de julho de 1912, os ex-companheiros se enfrentaram pela primeira vez, dando inicio a uma história que acumula mais de 300 confrontos. Para comemorar a data especial, a Globo Rio promove uma grande festa no dia do clássico pelo Campeonato Brasileiro, 8 de julho, no Engenhão. O projeto é uma parceria com o Flamengo, Fluminense, Engenhão e Ferj.

Os detalhes da homenagem foram anunciados pelo apresentador do ‘Globo Esporte’ Alex Escobar em coletiva de imprensa esta semana, na praia de Copacabana. Do lado rubro-negro, estiveram presentes os ídolos Adílio e Júlio César Uri Geller, além do vice-presidente de marketing do clube, Henrique Brandão. Já no tricolor, o presidente Peter Siemsen e o gerente de futebol Marcelo Teixeira.

Dois grandes painéis fotográficos com o “Time dos Sonhos” de cada clube estão instalados no Quiosque Globo Rio. O Flamengo homenageia a equipe rubro-negra campeã do mundo em 1981, enquanto o Fluminense destaca a ”Máquina Tricolor”, bicampeã carioca em 1975/76.  Nos painéis, os torcedores podem fazer parte dessa história, tirando foto em um espaço dedicado ao 12º jogador de cada equipe – a torcida.

No clássico no Engenhão, dia 8, a homenagem ao centenário já começa antes mesmo do apito. Craques que fizeram história nos clubes e artistas rubro-negros e tricolores participarão de um jogo preliminar festivo, às 14h20, antes da partida oficial pelo Campeonato Brasileiro. Serão dois tempos de 20 minutos cada, com um intervalo de 10 minutos.

Antes do inicio da partida, cada jogador do Flamengo e do Fluminense receberá uma medalha comemorativa, com os escudos dos dois clubes gravados no centro. O objetivo é estimular o clima de paz e celebração entre os dois times. A homenagem será retomada com muita animação durante o intervalo do “Clássico das Multidões”. Um trio elétrico nas cores dos dois times dará uma volta olímpica pelo estádio. O cantor tricolor Paulo Ricardo e a rubro-negra Preta Gil animarão a festa com os principais cantos das torcidas, além de músicas relacionadas ao futebol.

No fim da partida, os presidentes dos clubes receberão o “Troféu Dois Irmãos”, criado especialmente para a ocasião. Cada metade do troféu será em memória de dois torcedores especiais: o jornalista rubro-negro Mario Filho e o escritor tricolor Nelson Rodrigues.

 

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *