Filme para coceira o ânus choca público da Record

04/02/2015

A Record exibiu na noite da última quinta-feira (29) o comercial mais inacreditável do ano _ e ainda estávamos em janeiro. Em um intervalo da série da CSI: Miami, veiculou um anúncio do remédio para hemorroidas Proctan, do Genomma Lab, maior anunciante privado da emissora. Sem qualquer sutileza, como se fosse uma criação das Organizações Tabajara, a propaganda de 15 segundos fala em “coceira no *”, enquanto mostra imagens de uma privada e rolos de papel higiênico. A palavra “ânus” foi substituída por uma onomatopeia, mas isso só aumentou o espanto de telespectadores.

“Antes de consultarem um médico, muitas pessoas com coceira no * acreditavam que era por falta de higiene. Atenção: eram hemorroidas”, diz o locutor da chamada. No sábado (31), surgiu uma nova versão da mesma peça. “Coceira no *” foi substituída por “dores ao evacuar”.

A Record está exibindo ainda um terceiro comercial de Proctan. O texto desta vez é menos grosseiro, mas uma ilustração tosca de um reto desproporcionalmente grande, pegando fogo, chama a atenção. O anúncio foi veiculado às 16h54 de ontem (2), em um intervalo do Programa da Tarde.

Os anúncios chocaram até mesmo usuários de redes sociais, acostumados a tirar sarro do conteúdo trash da televisão. “Um comercial sobre coceira no *: existe e passa na Record”, comentou João Vithor. “Além de falar em coceira no *, a propaganda fala para as pessoas se medicarem evitando ir ao médico, olha a m… que é isso”, se revoltou Micael Silva.

A ex-BBB Angélica Morango assistiu à propaganda e ficou perplexa. “Passada com um comercial da Record que fala ‘Antes de consultar um médico, muitas pessoas com coceira no *…’, não acredito que ouvi isso!”, escreveu no Twitter.

O medicamento é vendido pelo laboratório mexicano Genomma Lab, anunciante exclusivo da Record. Os produtos da empresa aparecem até 45 vezes em um único programa. Ao longo de 2014, a Genomma veiculou 28.043 comerciais na emissora com um desconto de 98% sobre a tabela. Pagou à Record R$ 60 milhões por um volume de propaganda que valeria mais de R$ 3 bilhões.

A Genomma comercializa medicamentos que não precisam de receita médica. Boa parte dos produtos tem sua produção terceirizada no México. Assim, é mais uma empresa de propaganda do que um fabricante propriamente dito. A maioria de seus comerciais é feita em produtora própria.

A Record não se manifesta ao Notícias da TV. Veja os filmes no UOL – http://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/televisao/record-exibe-anuncio-de-creme-para-coceira-no-anus-e-choca-publico-6463

Do UOL.

  • compartilhe: