Conar pede suspensão da campanha de Petrobras

26/03/2015

Através de comunicado, a Petrobras informa sobre a notificação do Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária), recebida na última segunda-feira, 23, solicitando a alteração da campanha “Petrobras – Ontem, hoje e sempre superando desafios. Todos eles”. A empresa informa que já providenciou junto às agências (Heads Propaganda, FCB Brasil e NBS) a suspensão imediata da peça em todas as mídias. “A companhia está analisando as informações recém recebidas para definir que procedimento irá adotar.” De acordo com o Conar, o prazo para recurso é até o próximo dia 6 de abril.

O Conar julgou a campanha no último dia 12, em reunião que determinou a mudança na propaganda, por maioria dos votos. O órgão analisou o pedido enviado pelo deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA), que alegava que a Petrobras apresentava o escândalo de corrupção na empresa como um “desafio a ser superado”. Na denúncia, Aleluia recorreu ao artigo que determina aos anúncios “não abusar da confiança do consumidor, não explorar sua falta de experiência ou de conhecimento e não se beneficiar de sua credulidade”.

O documento alegava ainda que a peça colocava no mesmo patamar os desafios de natureza histórica da Petrobras, como as descobertas dos primeiros poços de petróleo e o pré-sal, e os problemas enfrentados pela estatal com as denúncias de corrupção. O Conar recomendou, então, que tais informações não fossem apresentadas de forma equivalente, e que deveriam ser alteradas.

Em nota, a Petrobras também comunicou que , desde o último dia 20, Luís Fernando Nery foi nomeado pela diretoria para exercer o cargo de gerente-executivo de Comunicação Institucional.

Do PropMark.

  • compartilhe: