Como é estar na pele de um refugiado e viver em um campo em condições precárias?

30/08/2013

Como é estar na pele de um refugiado e viver em um campo em condições precárias? A partir deste conceito, a NBS criou uma campanha para divulgar a “Exposição Campo de Refugiados no Coração da Cidade”, lançada pelos Médicos Sem Fronteiras e que vai de 6 a 15 de setembro no parque Ibirapuera, em São Paulo.

Criada por Alexandre Giampaoli e Tales Lima, a campanha intitulada “Você na pele de um refugiado” é formada por anúncios de mídia impressa, spots de rádio e estratégia online no Facebook. O objetivo da ação é convidar as pessoas a visitarem a exposição onde poderão vivenciar, por 30 minutos, o dia a dia de um refugiado num campo em região de conflito, reproduzido no tamanho e em condições originais dos atendidos pelos Médicos Sem Fronteiras.

Além dos anúncios, a ação no Facebook “Troque de vida por meia hora” vai convidar os usuários a trocar suas fotos de perfil por 30 minutos pela de um refugiado. Os usuários que trocarem impactarão toda sua lista de amigos, que será estimulada a fazer o mesmo, e assim por diante.

Todos os envolvidos na ação trabalharam de forma voluntária. As fotos são de Felipe Hellmeister e a direção de criação de Carlos André Eyer, Cássio Faraco e André Lima. A “Exposição Campo de Refugiados no Coração da Cidade” acontece no parque do Ibirapuera, entrada pelo portão 3.

  • compartilhe: