Escreva para pesquisar

DIGITAL

Com modelo de crowdfunding, PlayBook entra no mercado carioca

Compartilhar

Após sucesso das apresentações realizadas em São Paulo e em Porto Alegre, a Playbook, empresa da Holding Clube dedicada a realizar shows por meio do financiamento colaborativo, entra agora no mercado carioca, em parceria fechada com o Grupo Matriz, dos empresários Léo Feijó, Áureo Cesar e Daniel Koslinski. A entrada no Rio de Janeiro se deu devido à procura do mercado carioca pelas famosas “vaquinhas virtuais” e ao interesse dos empresários do Grupo Matriz pelo sistema de crowdfunding desenvolvido pela Playbook.

Em sete meses de atuação no mercado, a agência já realizou no Brasil quatro shows das bandas Tokyo Police Club, Penguin Prison e Howler, o que impactou cerca de 3 mil fãs, além de ter promovido o Passport VJ University – evento de videomapping e música – que levou mais de 4 mil ao Memorial da América Latina, em São Paulo. Para o segundo semestre estão previstos cerca de 10 shows.

Em sua primeira empreitada no Rio de Janeiro, a agência anuncia funding para apresentação do trio sueco The Radio Dept., a ser realizado no dia 8 de julho no Teatro Odisséia, casa de show do Grupo Matriz. A banda já tem apresentação confirmada para o dia 6 de julho em São Paulo. “Com esta nova conquista, expandimos nosso mercado de atuação para uma cidade que tem grande ligação com música e que já está familiarizada com o crowdfunding nos mais diversos setores. Estamos entusiasmados com este novo cenário e suas possibilidades com nosso mais novo parceiro, o Grupo Matriz”, afirma Alessandro Sophia, diretor geral da Playbook.

Todo o processo de negociação contou com a participação do Beco 203, parceiro da agência em São Paulo e em Porto Alegre. “Poder ter o Rio de Janeiro na rota de nossos shows é excelente. O público carioca já havia solicitado alguns de nossos artistas e com o The Radio Dept. não foi diferente. Estamos prontos para começar”, afirma Victor Caputo, do Beco 203.

Para Léo Feijó, um dos principais empreendedores no campo da Economia Criativa no Rio de Janeiro e diretor do Grupo Matriz, “a parceria com a Playbook e o Beco 203 veio em um ótimo momento. Estamos ampliando nossos negócios, e este tipo de conteúdo cultural está alinhado à nossa estratégia”.

 

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *