Escreva para pesquisar

PUBLICIDADE & MARKETING

China proíbe propagandas de luxo em rádios e canais de TV

Compartilhar

Emissoras de rádio e televisão chinesas estão, a partir de agora, proibidas de exibir propagandas de artigos de luxo no país. Segundo o governo, a medida visa combater “a ostentação, o desperdício e a corrupção”. Os itens proibidos são produtos “muito caros”, como relógios, selos raros e moedas de ouro. Para o órgão que controla a comunicação no país, essas propagandas contribuem para uma ética social perversa.

Nos últimos anos, a crescente abertura da economia permitiu o acesso a produtos de luxo para uma seleta parcela da população. A procura cada vez maior fez com que marcas de grife passassem a apostar no público chinês dentro e fora do país -as chinesas são clientes cobiçadas, por exemplo, em lojas caras de centros como Paris e Milão.

O regime afirma que as restrições são parte da luta contra a corrupção, mas são anunciadas em meio ao aumento da insatisfação interna pelo enriquecimento repentino dos dirigentes políticos.

Da Folha de S. Paulo

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *