Carne de Cavalo: Nestlé e JBS tiram produtos do mercado europeu

19/02/2013

A Nestlé informou que já retirou das prateleiras dos mercados da Espanha e Itália os raviólis e tortelinis, comercializados com os nomes Buitoni Beef Ravioli e Beef Torellini, que utilizam a carne fornecida pela empresa alemã H.J. Schypke, subcontratada da JBS, além de uma marca de lasanha à bolonhesa, a ‘Lasagnes à la Bolognaise Gourmandes’, vendida na França, após diagnosticar traços de carne de cavalo nos produtos.

Em nota oficial, a Nestlé garantiu que outras providências também serão tomadas, como novos testes para detectar rastros de carne equina em seus centros de produção na Europa. “Queremos nos desculpar com os consumidores e assegurá-los que as ações que estão sendo tomadas para lidar com esse problema vão resultar em padrões mais elevados e melhor rastreabilidade”. Ainda de acordo com a nota, a proporção de carne de cavalo nos produtos é superior a 1%. “A segurança alimentar não está em risco, mas a identificação equivocada de produtos faz com que não cumpram os requisitos mais rígidos que os consumidores esperam de nós”, esclareceu a empresa suíça.

Após o ocorrido, a JBS anunciou que seu escritório na Bélgica suspendeu a comercialização de produtos europeus. “A JBS Toledo informa ao mercado que suspendeu todos os contratos com a Schypke e não comercializará mais produtos europeus até que a confiança na segurança do sistema de fornecimento do bloco seja restabelecida”, disse a empresa em comunicado.

Para manter os contratos, os pedidos estão sendo cumpridos a partir de plataformas próprias de produção já que segundo a companhia, nenhum caso semelhante foi identificado nos produtos fabricados pela JBS.

Do GiroNews

  • compartilhe: