Escreva para pesquisar

DESTAQUE

Cambridge Analytica encerra atividades nos EUA

Compartilhar

A Cambridge Analytica, a empresa por detrás do escândalo sobre a quebra de privacidade dos perfis do Facebook durante as últimas eleições norte-americanas a favor de Donald Trump, vai encerrar todos os escritórios nos Estados Unidos da América. A notícia vazou após Julian Wheatland, o presidente do SCL Group (a que pertence a empresa e que também vai fechar) ter pedido aos trabalhadores dos escritórios norte-americanos para entregarem imediatamente os cartões-chave que dão acesso aos edifícios.

Sobre os escritórios da empresa nno mundo inteiro, não há informações.

No mês passado, foi revelado que a empresa britânica utilizou os dados de 87 milhões de utilizadores do Facebook para prever qual seria o resultado de votos na eleições presidenciais dos Estados Unidos em 2016. À Cambridge Analytica terá cabido o papel de manipular o eleitorado com mensagens personalizadas de acordo com as informações recolhidas a partir do Facebook, o que representa um acesso não permitido às contas dos utilizadores.

Desde então, o presidente executivo da Cambridge Analytica foi afastado e Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, prestou declarações do Parlamento britânico.

Tags:

Deixe um Comentário Anônimo Cancelar Comentário