BOLA DA VEZ



O Bola da Vez é o espaço que o Vox News reservou para, através de entrevistas, mostrar o trabalho e a opinião de profissionais que estão se destacando no meio da comunicação e daqueles de quem ainda vamos ouvir falar...

Por Amanda Corrêa


Caboré 2014: Hugo Rodrigues, da Publicis – Profissional de Criação

05/11/2014

Em apenas três anos ele se tornou COO e CCO de três agências: Publicis Brasil, Salles Chemistri e Publicis Dialog. Na série de entrevistas com indicados ao Caboré, o VoxNews conversa com Hugo Rodrigues. O profissional concorre na categoria Profissional de Criação.

VoxNews – Faça um breve resumo da sua carreira.

Hugo Rodrigues – Comecei trabalhando em agências pequenas, bem segmentadas em áreas até então consideradas pouco nobres – como o varejo e o setor farmacêutico. Era a periferia da publicidade, mas hoje vejo que aquele trabalho me ajudou a aprofundar o entendimento do consumidor. Isso me deu o traquejo necessário para participar do grupo que, em 2003, fundou a Salles Chemistri. Em quatro anos, a agência ganhou relevância no mercado e entrou para o rol das grandes do país. Com esse background, me tornei vice-presidente nacional de criação da Publicis em 2008 e, três anos depois, fui nomeado COO – função que acumulei com a de CCO – de três agências da rede: Publicis Brasil, Salles Chemistri e Publicis Dialog.

VoxNews – O que te encanta na profissão?

Hugo Rodrigues – A possibilidade de construir grandes marcas, que façam parte de verdade do dia a dia do consumidor. A necessidade de se reciclar constantemente para acompanhar as pessoas, que estão mudando de opinião com uma velocidade impressionante. As mil e uma plataforma que podemos utilizar hoje e o fato de que, mesmo com tudo isso, a boa ideia continua sendo o que realmente importa.

VoxNews – O que ou quem te inspirou ao longo da sua carreira?

Hugo Rodrigues – Penso que a motivação pela vida e por aprender vem antes mesmo da escolha da carreira, e nisso a soma do meu pai e da minha mãe foi fundamental. O primeiro pela cobrança de superação dos meus limites, mesmo que fossem grandes, e a minha mãe pela crença inabalável de que no final iria dar certo… De alguma forma iria dar certo. Então, mesmo fracassando, eu tinha a obrigação de tentar de novo pelo meu pai, e mantinha a fé de que daria certo daquela vez pela minha mãe. Essa filosofia simples me motiva até hoje no trabalho e na vida. E posso garantir: é dolorido, mas faz você se sentir útil no mundo.

VoxNews – Por que votar em você no Caboré?

Hugo Rodrigues – Pela paixão de tentar fazer bem-feito aquilo que, no começo, você nem sequer sabe fazer. Pela disciplina e dedicação no trabalho para marcas como GM, Nestlé, P&G, Centauro, Sanofi, Habib´s, SBT, entre outras. Pelo respeito verdadeiro ao gosto do consumidor, que é o nosso verdadeiro chefe. E, principalmente, porque as minhas avós vão ficar realmente felizes ao me ver subindo no palco.

  • compartilhe: