Escreva para pesquisar

BOLA DA VEZ

Brenno Castro – diretor da Prodigo Films

Compartilhar

No último Bola da Vez do ano, o VoxNews conversou com Brenno Castro, jovem diretor de cena da Prodigo Films.

Brenno começou sua carreira aos 22 anos na ParanoidBr, onde produziu os videoclipes “Bride Dress in a Frame”, da banda Madrid, e “The City is Waiting”, para Aldo; além do documentário “Passage”, para a TV Cultura e a série de comédia da TBS Elmiro Miranda Show. Hoje, com apenas 26 anos, já trabalhou para clientes como Fiat, Volkswagen, Sadia e Petrobras.

Voxnews – Fale um pouco sobre a sua formação e carreira.

Brenno Castro – Comecei a trabalhar como estagiário na O2 filmes. Em quatro anos consegui me tornar montador trabalhando em inúmeros filmes publicitários, séries de televisão e trailers dentro da própria O2.

Consegui juntar uma grana e em vez de comprar um carro comprei uma câmera. Aos 22 anos, comecei a fazer meus curtas o Heitor Dhalia me chamou para dirigir na recém-formada Paranoid.

Voxnews – Quais as suas principais características na direção de cena?

Brenno Castro – Sempre tentei retratar meus filmes pelo ponto de vista dos personagens. Isto faz com que eles sejam sendo muito sensitivos e dramáticos. Posso dizer que gosto de um olhar realista e humano sobre as histórias. Isto faz com que meus filmes tenham uma linguagem singular. Acredito que esta seja a minha identidade.

Voxnews – O que serve de inspiração para você na hora de dirigir? Algum diretor influencia o seu trabalho?

Brenno Castro – Com certeza o cinema é a principal fonte de inspiração. Mesmo quando faço filmes publicitários e videoclipes tento trazer uma narrativa dramática, baseada na força dos personagens. Isto é puro cinema sendo aplicado em outros meios.

Embora diretores clássicos como Kubrik e Scorcese sejam referências quase óbvias, gosto muito de uma nova geração de diretores que apareceram no mundo do videoclipe como Daniel Wolfe, Romain Gravas e Martin de Thurah.

Voxnews – Hoje em dia, as produtoras estão investindo bastante em conteúdo e você já dirigiu documentários e séries. Essa é uma tendência? A produtora pretende investir cada vez mais em conteúdo?

Toda produtora sempre quis fazer conteúdo e hoje está mais viável. Com o aumento do mercado de TV fechada e a difusão da internet surgiu um mundo novo. Um mercado de produção de conteúdo está se estabelecendo.

Tem muita gente ainda descobrindo a forma, não se sabe o tamanho deste mercado. Ainda estamos aprendendo, tudo é muito novo, mas acredito que a tendência é ter cada vez mais.

Vale destacar que com a queda de audiência da TV aberta, os grandes anunciantes estão cada vez mais investindo em conteúdo. Hoje o consumidor quer conteúdo, não anúncio. Tudo isto tem ajudado bastante nosso mercado.

Voxnews – Você já dirigiu para grandes clientes na área de publicidade. Quais trabalhos pode destacar?

Brenno Castro – O meu filme para Brastemp com um monte de espelhos no centro de São Paulo foi uma virada na minha vida. Foi um desafio gigante na época, mas o filme acabou ficando incrível e foi o pontapé na minha carreira.

Outro filme que gostei muito de fazer foi para Petrobras sobre discriminação em que todos personagens usavam máscaras iguais. O comercial acabou criando uma realidade perturbadora e uma crítica maravilhosa contra o preconceito. Cito também o filme de Nissin, no qual pude entrar na cabeça das crianças e colocar os heróis delas no mundo real. O universo lúdico foi um desafio, mas o resultado valeu a pena.

Voxnews – Qual a importância dos prêmios para a sua carreira?

Brenno Castro – Acredito que os prêmios são reconhecimento, mas não objetivo. Jamais faria um filme pelo prêmio. O que vale é contar boas histórias.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *