Almap emite comunicado sobre Gol e Eduardo Cunha

20/10/2016

O pedido de prisão de Eduardo Cunha apresentado pela Operação Lava Jato aponta a Gol e a AlmapBBDO entre as empresas que teriam feito pagamento de cerca de R$ 3 milhões às empresas Jesus.com e GDAV, ambas ligadas ao ex-deputado. Desse total, a AlmapBBDO teria pago R$ 1,4 milhão a portais de internet.

A suspeita é que a Gol teria pago propina para que Cunha ajudasse a reduzir o preço dos combustíveis das companhias aéreas.

Abaixo, o comunicado enviado pela AlmapBBDO.

A AlmapBBDO é a agência de publicidade da GOL Linhas Aéreas há 14 anos e nos orgulhamos de nossa participação na construção desta importante marca brasileira.

Em 2012, desenvolvemos uma campanha promocional que previu um plano de veiculação de banners, entre outras peças, no período de outubro de 2012 e novembro de 2013, que contou com mais de 50 websites.

O plano de mídia requisitado pelo cliente incluía, entre outros, os websites Portal Mogi Guaçu, Uai, Vagalume, Forbes Internacional, VEJA, Catraca Livre, Facebook, YouTube, iG, Yahoo!. Também fizeram parte do plano de veiculação aqueles websites que estão sendo citados pela mídia como empresas ligadas ao ex-deputado Eduardo Cunha, informação pela qual fomos fortemente surpreendidos.

Em respeito à verdade, entendemos ser indispensável esclarecer que não houve qualquer tipo de repasse de dinheiro, e sim a aquisição de espaço publicitário efetivamente utilizado, de acordo com as normas do mercado e regulados pela Lei 4.680. Toda a operação está comprovada pelos documentos já disponibilizados para as autoridades.

A AlmapBBDO sempre se pautou e sempre se pautará por rígidos princípios éticos e morais.

  • compartilhe: